segunda-feira, 19 de abril de 2010

EVANGÉLICOS AJUDAM A INCLUIR ALIMENTAÇÃO COMO DIREITO DO CIDADÃO

 REDES EVANGÉLICAS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MOBILIZAM-SE PELA SEGURANÇA ALIMENTAR

Redes evangélicas ajudam a incluir na Constituição o direito à alimentação
Alimentação agora é um direito garantido na Constituição. O Congresso Nacional promulgou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC nº 047/2003), que inclui a alimentação entre os direitos sociais estabelecidos no Artigo 6º da Constituição (ao lado da educação, saúde, trabalho, moradia, lazer, segurança, previdência social, proteção à maternidade e à infância e assistência aos desamparados). A PEC da Alimentação já tramitava no Congresso desde 2003 e, graças à pressão de movimentos sociais -- inclusive, evangélicos --, ela se tornou emenda de lei.
A Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) e a Rede FALE apoiaram a campanha (pela internet) “Alimentação: Direito de Todos”, que conseguiu reunir mais de 50 mil assinaturas virtuais. Além disso, a RENAS tem participação ativa no Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), composto por representantes do governo e da sociedade civil. Para Daniela Sanches Frozi, representante da RENAS no Conselho, “a participação dos cristãos na luta pelo direito humano à alimentação é fundamental para que juntos possamos efetivamente ter vida digna e plena em nosso país”.

Um comentário:

Francisco disse...

Veja O Projeto no Deserto ... WWW.PROJETONODESERTO.ORG.BR