domingo, 3 de junho de 2012

RELIGIOSOS QUEREM SAÍDA DE PROCURADOR QUE APÓIA MOVIMENTO GAY

MARCHA FOI ORGANIZADA PELO PASTOR DOMINGO MEDINA

Um setor do evangelismo, liderado pelo pastor Domingo Medina, marchou pelas rua de Manágua, capital da Nicarágua, na quinta-feira, 24 de maio, parando em frente à Assembléia Nacional para pedir a desoneração do procurador dos Direitos Humanos, Omar Cabeças, por apoiar o movimento gay do país.
O pastor pediu o apoio da igreja Católica e das demais denominações cristãs no sentido de unirem esforços contra as pretensões dos movimentos pela diversidade sexual que, com “chantagens e pressões”, exigem que seus direitos sejam incluídos no novo Código da Família, disse.
Nicarágua não são os Estados Unidos, não é a Europa, não é Sodoma e Gomorra”, diz carta da Comunidade Evangélica que foi entregue ao deputado Edwin Castro, líder da bancada sandinista.

O presidente da Conferência Episcopal da Nicarágua, monsenhor René Sándigo, declarou que Cabeças deve ser destituído se mantiver a solicitação, encaminhada aos deputados, de conceder a casais de homossexuais a possibilidade adotarem crianças como filhos no projeto do Código de Família, em discussão no Legislativo.


O bispo declarou à imprensa que o homem e mulher cada qual tem a sua própria identidade e natureza e nunca vão ocupar o papel um do outro.

Já o pastor Jairo Arce, da Igreja Menonita, recomentou que o Legislativo dê passos rumo a uma moral mais centrada na pessoa. “Não condenemos, a priori, os demais, e pratiquemos o amor como sinal de libertação, respeito e tolerância para com os demais”, sugeriu.

2 comentários:

Pb Fernando disse...

Parabenizamos o Pr. Domingo Medina, bem como toda a comunidade cristã da Nicarágua; pela postura assumida em defesa da palavra de Deus e da família de seu país.

Siloé disse...

Ainda existe homens valentes na terra que defende a fé em Jesus, PARABÉNS MAIÚSCULO MESMO.